Tratamentos possíveis para olheiras





Continuando a falar sobre olheiras, vamos aos tratamentos possíveis para essa pigmentação que fica abaixo dos nossos olhos e que é multifatorial.:
 
Corretivo

Além do tradicional tom de pele, pode-se usar um corretivo para camuflar as olheiras. Para acertar a tonalidade do corretivo, teste-o no pulso. Ele deve ter a mesma cor dessa área do corpo.

Antes de espalhar o produto sobre as olheiras, cheque se sua pele está hidratada, caso contrário, passe uma loção indicada para a área dos olhos. Aplique, em seguida, o corretivo sobre as olheiras dando leves batidinhas com o dedo para o produto não manchar a pele. Se você não vive sem base, use-a primeiro. Para dar acabamento recorra, por último, ao pó facial, mas passe uma camada fina. Esqueça o pó se você tem muitas rugas na região. Ele pode marca-las.

O corretivo amarelado

Ele neutraliza os pigmentos arroxeados das olheiras e é usado como um pré – corretivo. Deve ser aplicado sobre as manchas com leves batidinhas. Após alguns segundos, é indicado espalhar o corretivo bege. Para um resultado natural, o corretivo amarelo precisa ser mais fluido do que o tom da pele.


Como tratar vasos:

· Compressas, cremes específicos e aplicação de laser são os recursos disponíveis para amenizar esse tipo de olheiras.

· Compressas de chá de camomila gelado funcionam em casos de olheiras causadas por vasodilatação. Elas promovem uma constrição dos vasos do local, aliviando o tom arroxeado. A camomila é calmante e tem ação vascular.

· Cremes específicos que contenham ingredientes que clareiam as olheiras (vitamina C, ácido kójico, ácido fítico, arbutin e hidroquinona), ativam a circulação e drenam os líquidos da região, evitando o inchaço (camomila, hamamélis, tília, arnico e bardana e vitamina K1). Sozinhos os produtos anti-olheiras não fazem milagre. São mais eficientes quando usados como coadjuvantes de outros tratamentos.

· Laser (Krypton, Versa Pulse, Dye Laser e Photoderm) é o método mais moderna para eliminar olheiras. A energia do laser é atraída pelo pigmento do vaso e acaba destruindo-o . A técnica produz bons resultados em pessoas de pele clara, que têm vasos bem aparentes. A pele morena, pelo contrário, dificulta o reconhecimento dos vasos sangüíneos pelo raio laser e há um risco grande de o tratamento ser ineficaz. Por isso, deve ser avaliado com cautela nesses casos. São necessárias, no mínimo, seis sessões. Durante esse período, filtro solar é indispensável, pois a pele pode manchar no contato com o sol.


Peelings suaves, cremes específicos e laser são os recursos disponíveis para amenizar esse tipo de olheiras

· Peelings suaves, à base de ácidos retinóico ou glicólico, em concentrações adequadas para a área dos olhos, promovem a renovação da camada superficial da pele, amenizando as olheiras. Realizando no consultório médico, o procedimento pode ser aplicado apenas nas pálpebras ou em todo o rosto, dependendo da qualidade da pele da paciente. Também pode ser feito peeling com o laser Erbiun, ou com laser CO2, localizado nas pálpebras, quando o problema for de excesso de pigmentos.

Como tratar bolsas

Dependendo da causa: retenção de líquido ou acúmulo de gordura, há tratamentos específicos.

· A drenagem linfática, massagem que estimula a circulação sangüínea e linfática, é indicada para casos de retenção de líquidos na região abaixo dos olhos. A drenagem pode ser feita manualmente por uma esteticista especializada ou por meio de aparelho, aplicado pelo dermatologista. Já na primeira sessão é possível notar alguma melhora, mas o tratamento completo dura de oito a doze sessões.
 
· A cirurgia plástica é uma solução definitiva para quem tem acúmulo de gordura na pálpebra. Com bisturi ou raio laser, o médico remove a bolsa de gordura e, se necessário, o excesso de pele.

Então é isso! Quer saber o que mais a gente publicou sobre olheiras? É so ir no sistema de busca, aqui abaixo da página edigitar a palavra "olheiras" ou qualquer outro assunto que você queira saber.

Até a próxima!


Comente:

Nenhum comentário

Comente Sempre!