Saiba tudo sobre máscaras faciais





O passar dos anos, o stress do dia a dia e a exposição ao sol são somente alguns dos fatores que, ao longo do tempo, vão deixando marcas na pele. Afinal, atire a primeira pedra aquela que não tiver nenhuma linha de expressão, olheira ou mancha na face. A boa notícia é que suavizá-las ou mesmo eliminá-las está cada vez mais fácil.

As máscaras faciais são uma boa opção para acabar com as imperfeições e ganhar uma aparência nova. Para cada tipo de pele existem ativos mais adequados que, quando combinados da maneira certa, podem clarear olheiras, suavizar manchas do sol, combater o aparecimento das rugas e mesmo deixar o rosto mais viçoso e com elasticidade.

Porém, é importante consultar um profissional especializado para o tratamento, pois se a fórmula da máscara não for adequada às suas características, você pode acabar conquistando o efeito oposto ao desejado.

Segundo a médica especialista na área estética do Spa Med Sorocaba Campus, Vanessa Affonso Pinto, é preciso avaliar o tipo de pele, a idade e as alergias que o paciente possui antes de definir o procedimento. Do contrário, o resultado da aplicação pode ser nulo ou acarretar reações indesejáveis, como as alérgicas.

Em relação às versões caseiras, as máscaras aplicadas em clínicas estéticas têm como diferenciais a concentração de substâncias e a eficácia. A fisioterapeuta estética de Curitiba da rede de salões Lady&Lord, Flávia Morandi, ressalta que os resultados são excelentes. “As vantagens de ir até uma clínica de estética procurar esse tipo de tratamento são que as máscaras profissionais têm alta concentração de princípios ativos, os quais são superiores aos das máscaras caseiras, potencializando assim os efeitos”, explica ela.

Dependendo do procedimento escolhido, apenas uma aplicação já é eficaz, mas algumas variações precisam de mais sessões para proporcionar a solução do problema. Flávia ressalta, no entanto, que em geral as máscaras têm efeito imediato.

É possível recorrer a elas para rejuvenescer, clarear, revitalizar e controlar a oleosidade da face ou ainda como uma alternativa rápida de hidratação. Isso porque sua fórmula possui partículas mínimas que podem transportar os ativos até as camadas mais profundas do rosto. Em contrapartida, a forma de aplicação cria uma barreira na pele que favorece a penetração e a ação dos compostos.

Com a ajuda de um profissional, você poderá decidir qual o tipo de tratamento será mais eficaz para o seu problema: as máscaras úmidas ou secas. As primeiras não chegam a secar na pele e são mais suaves. Em contrapartida, as últimas secam de tal maneira que, para tirá-las, basta puxar a película formada pelo produto sobre a pele.

“As máscaras secas são ideais para recuperar a hidratação da pele, pois são tensoras e tonificantes. Porém, geralmente elas são mais utilizadas para peles oleosas e com acne. Já as máscaras úmidas não formam uma película e nem secam a pele, sendo mais utilizadas para rejuvenescimento facial, regeneração celular e hidratação profunda”, afirma a fisioterapeuta estética.

Confira o processo de aplicação e quais os ativos são mais indicados para o que você deseja suavizar e renove a aparência.

Como preparar a pele para a máscara

Na hora de aplicar a fórmula, não basta apenas passar uma camada dela sobre o rosto, esperar agir por alguns minutos e lavar. “A pele deve ser devidamente higienizada e esfoliada para que a máscara penetre com mais facilidade e seus efeitos sejam potencializados”, explica Flávia.

Assim, a face precisa estar bem limpa e sem nenhum tipo de oleosidade. A limpeza, em geral, é feita com sabonete líquido, esfoliante facial e loção tônica.

Em seguida, a máscara deverá ser aplicada na testa, cobrindo o nariz e as maçãs do rosto. Os movimentos devem ser feitos do centro da face para as extremidades, finalizando no queixo e sem esquecer o pescoço, onde o produto deverá ser aplicado de baixo para cima.

O tempo de espera, em geral, não deve ultrapassar 20 minutos.

Máscara rejuvenescedora

Quem se incomoda com os sinais do passar dos anos que aparecem na pele pode recorrer às máscaras faciais para suavizar rugas e linhas de expressão. Nesse caso, a médica Vanessa explica que é preciso usar ativos antioxidantes (que protegem as células contra a agressão dos radicais livres), hidratantes (que reestabelecem e mantêm a hidratação da pele), ácidos (para estimular a renovação celular), estimuladores da síntese de colágeno e, por fim, compostos que preencham as rugas e restaurem o volume perdido.

Alguns exemplos são os ativos presentes no vinho, caviar, ouro e coffeeskin, como o ácido glicólico e as vitaminas A, C e E.

Existem, inclusive, algumas versões luxuosas do tratamento, feitas de ouro e prata. Essa última, aliás, não apenas combate as marcas na pele, como também hidrata e estimula a produção de colágeno.

Há também uma versão de máscara feita com os ativos da maçã-vermelha, que suaviza rugas finas e manchas de acne, além de ter uma ação antioxidante nutritiva. Os benefícios se dão graças a enzimas, sais minerais e vitaminas presentes na composição da fruta, que ainda garantem um aspecto iluminado.
Máscara clareadora

Aquelas que possuem manchas de sol ou olheiras na pele podem devem optar por uma máscara com fórmula clareadora. Em geral, ela uniformiza o tom da face, graças a compostos vindos do arroz e de frutas vermelhas, além de outras opções que são ricas em vitamina C.

Segundo Vanessa, o tratamento deve conter agentes despigmentantes que sejam escolhidos de acordo com a mancha a ser tratada e o histórico do paciente.

Máscara revitalizante

O stress no trabalho, as preocupações com os familiares e até mesmo a poluição podem acabar deixando a pele com um aspecto cansado e opaco. Nesse caso, vale a pena apostar em máscaras tensoras e revitalizantes, que energizam a aparência e amenizam a flacidez do rosto.

A maioria delas é feita à base de minerais, como a argila, ou de algas marinhas. Além destes, outros componentes ajudam a proporcionar a ação revigorante, como o retinol, as substâncias purificantes da flor de lótus, do maracujá e do aloe.

A médica explica que é preciso combinar ativos hidratantes, antioxidantes, ácidos e outros que estimulem a produção de colágeno e elastina. Assim, você promove a renovação celular, evita a ação dos radicais livres, hidrata e garante a síntese constante das substâncias que eliminam a flacidez.

Quem possui excesso de oleosidade na pele pode optar pelas máscaras faciais como uma maneira de evitar os efeitos causados pelo problema, como a acne. Para tanto, a médica aconselha tratamentos compostos por seborreguladores, ácidos, queratolíticos ou hormônios.

Assim, a fórmula do creme pode possuir argila verde ou negra, maçã, própolis, alecrim e sálvia.

Além disso, é fundamental a presença de ativos adstringentes, que regulam a produção de sebo. Outra opção são os produtos fitoterápicos à base de óleos finos, que nutrem e recuperam a derme.
Máscara hidratante

A máscara hidratante é indicada para aquelas que desejam evitar a perda de água na face, devolvendo a umidade natural à aparência. Vanessa recomenda substâncias emolientes, umectantes e oclusivas.

Nesse caso, há inúmeros compostos para hidratar e nutrir as camadas da derme. Você pode apostar nos ativos do chá branco, camomila, aloe vera, rosas, óleo de abacate, azeite de oliva, tília, ginseng, mel e aveia.

Máscara para peles sensíveis

Quem possui pele sensível sabe que é preciso ficar atento na hora de escolher os produtos para não agredir a aparência. No caso da aplicação das máscaras, não é diferente.

A especialista em medicina estética aconselha tomar cuidado com a aplicação de ácidos e substâncias alergênicas. “Geralmente, devem ser usadas substâncias calmantes e hipoalergênicas”, explica Vanessa.

Assim, a fórmula pode conter camomila, calêndula, azuleno, lavanda e arnica, por exemplo.

Cuidados após a máscara

Depois da aplicação da máscara, é recomendado o uso do hidratante, além dos produtos usados diariamente para o cuidado da pele. “O ideal é sempre estar atenta às orientações da profissional para que o resultado seja sempre benéfico”, explica a fisioterapeuta estética Flávia.

É importante ressaltar, inclusive, que a aplicação da máscara traz benefícios mais rápidos devido à alta concentração dos ativos, mas não elimina a necessidade do tratamento diário da pele com produtos adequados. Afinal, serão eles que vão manter nos benefícios da máscara sobre a pele em longo prazo.

Comente:

Nenhum comentário

Comente Sempre!