Alimentos ajudam a eliminar gordura abdominal





Manter a forma não é fácil, com esse tempinho frio sempre abusamos da comilança. Por isso, nós vamos te ensinar a investir nos alimentos certos, que vão te ajudar a reduzir medidas, eliminar a gordura abdominal e ficar com uma silhueta bem sequinha.

Chegou o momento de começar a substituir os alimentos calóricos da estação do frio pelos leves e mais saudáveis. Comece trocando o fondue por um mix de saladas e o chocolate quente pelo suco chá bem quentinho.

Alimentar-se a cada 3 horas e beber bastante água, no mínimo 2 litros por dia, são regras essenciais para quem quer perder peso. É importante também saber balancear todos os grupos alimentares nas principais refeições do dia: um pouco de carboidrato, proteína, vegetais e legumes.

Mas agora vamos aos alimentos que ajudam a eliminar a gordura abdominal:

Alimentos com baixo índice glicêmico - "são aqueles que, quando consumidos, não aumentam rapidamente a glicose sanguínea e, com isso, o organismo não produz excessivamente a insulina, hormônio que inibe a quebra de gordura e facilita o acúmulo de gordura abdominal", explica a nutricionista Eliane Romantini. Os alimentos de baixo índice glicêmico, que ajudam a diminuir gordura abdominal, são os integrais, como pão, macarrão, arroz, aveia, batata doce, mandioca e frutas. A dica, portanto, é substituir o pão francês, o arroz branco e o macarrão pelas suas versões integrais.

 

 

Fibras solúveis - um estudo realizado na Universidade de Wake Forest, nos Estados Unidos, comprovou que o consumo de fibras solúveis é eficaz para eliminar gordura abdominal. Esse tipo de fibra está presente nas frutas cítricas (tangerina, laranja, mexerica), aveia, feijões, leguminosas (grão de bico, ervilha, lentilha) e algas. Esses alimentos ajudam a emagrecer, porque, junto com água, esse tipo de fibra forma um gel no estômago, que torna o esvaziamento gástrico mais lento e promove sensação de saciedade por mais tempo.

 

 

Alimentos que aceleram o metabolismo - alimentos como chá verde, pimenta vermelha, alho e ômega 3 têm o poder de acelerar o metabolismo  e ajudar a emagrecer. Isto porque quando consumidos, eles aumentam o metabolismo e a temperatura interna corporal, por isso queimam calorias e ajudam a perder peso.

Chá verde: reduz a absorção de açúcar no sangue e dificulta a ação da enzima responsável pela digestão de carboidratos;

Pimenta vermelha: aumenta em até 20% a atividade metabólica e favorece a quebra de gordura;

Ômega 3: aumenta a queima de caloria e funciona como um antiinflamatório. Boas fontes de ômega 3 são óleos de peixes, como salmão e sardinha e semente de linhaça;

Alho: acelera o metabolismo e combate o colesterol ruim (LDL).

Mas para que esses alimentos façam efeito "emagrecedor" devem ser consumidos com frequencia.

Os alimentos que devem ser evitados

Existem alguns alimentos que contribuem para o inchaço e o acúmulo de gordura abdominal. Segundo a nutricionista Eliane Romantini, são os chamados alimentos de alto índice glicêmico, que ao contrário dos de baixo índice glicêmico, contribuem para produção excessiva de insulina, hormônio que favorece o acúmulo de gordura abdominal. Entre eles, podemos citar os doces, pães, biscoitos recheados, alimentos produzidos com farinha branca e muito açucarados.

Evitar alimentos muito salgados ou muito gordurosos também ajuda a diminuir a barriga, já que eles retêm líquidos e, conseqüentemente, provocam inchaço na região. Tente não consumir alimentos embutidos como salsicha, linguiça e salame, que são ricos em conservantes e corantes, além de possuir muito sódio e favorecer o acúmulo de gordura.

Gorduras hidrogenadas e trans, presentes em biscoitos recheados, salgadinhos e sorvetes, também devem ser excluídas do cardápio, já que prejudicam o metabolismo.

Refrigerantes e bebidas alcoólicas também não podem estar no cardápio da pessoa que está fazendo dieta para perder a barriguinha.




Comente:

Nenhum comentário

Comente Sempre!