Uso do laser no envelhecimento facial







O processo de envelhecimento cutâneo compreende a uma série de modificações que atuam em conjunto, resultando em várias alterações na arquitetura facial diminuindo progressivamente a capacidade de homeostase do organismo, resultantes de fatores intrínsecos e extrínsecos. O envelhecimento intrínseco pode também ser chamado de verdadeiro ou cronológico, sendo aquele já esperado e inevitável. As alterações desse envelhecimento estão diretamente ligadas ao tempo de vida do ser humano. Ocorre por fatores genéticos e mudanças hormonais (menopausa), gerando atrofia da pele, ressecamento, flacidez, alterações vasculares, rugas e diminuição da espessura da pele.

Já o extrínseco pode ser denominado também de fotoenvelhecimento, no qual as alterações surgem em longo prazo e se sobrepõe ao envelhecimento intrínseco. Esse processo ocorre tanto em decorrência à exposição solar e a ação dos raios ultravioleta, quanto por hábitos alimentares e vícios (fumo, álcool e/ou drogas ilícitas). O processo de fotoenvelhecimento é decorrência da radiação UV, a qual propicia a formação de radicais livres no organismo, causando um estresse oxidativo, alterando o metabolismo, que por consequência favorece a degradação das fibras de colágeno e elastina, gerando um envelhecimento precoce, aumentando também as chances de lesões malignas ou não

Um dos recursos que a Fisioterapia Dermatofuncional tem para atuar no envelhecimento facial é o laser. O laser é um aparelho de amplificação da luz, provocado pela emissão estimulada de radiação, que utiliza luz altamente organizada para estimular alterações fisiológicas nos tecidos (...). Essa estimulação, além de outros efeitos, promove um aumento na produção de colágeno. A ação do laser consiste na remoção das camadas mais superficiais da pele, promovendo uma contração das camadas mais profundas (derme), que ao se regenerar apresentará uma "nova" pele mais firme e de aparência saudável e jovial.

O rejuvenescimento da pele a laser sem uso de corte tem sido recentemente introduzido na prática clínica, oferecendo uma alternativa com lasers de CO2 escaneados ou pulsados.


A terapia com laser trata-se de um método totalmente seguro, indolor, não provoca queimaduras e não danifica os tecidos, pois, estimula os processos naturais da regeneração cutânea, além de promover a produção de colágeno e elastina, atenuando as rugas faciais, tendo como consequência um tensionamento da pele na região em que está sendo aplicada.

A partir dessas mudanças estruturais, a tensão da pele seria restabelecida, resultando em melhora da expressão facial de pacientes entre 30 e 50 anos, com sinais de envelhecimento.

A técnica é contra indicada em pacientes que possuam catarata, glaucoma, câncer de pele ou qualquer outra patologia dermatológica na área que será tratada e gestantes.




Espero que você tenha gostado dessa abordagem. Dicas para Profissionais:
  • Livros sobre Estética
  • Curso online de Estética
  • Ebooks de Estética
  • Curso online de Taping Estético
  • Curso online de Microagulhamento Mecânico, Elétrico e por Infusão
  • Curso online de Carboxiterapia Científica, Descolamento Compartimental (DEEP Carboxi) e Hidrolipoclasia (HLC)
  • Curso online de Intradermoterapia

  • Comente:

    Nenhum comentário

    Comente Sempre!