Celulite pode ser causada por trauma na infância; entenda





Medicina liga a celulite à má alimentação e excesso de gordura Foto: Getty Images 

Oitenta por cento das mulheres têm celulite. O problema, que é causado pelo aparecimento de tecido fibroso sob a pele e alterações na camada gordurosa, afeta inclusive mulheres que se preocupam com a saúde e a boa forma. Até mesmo as celebridades já foram fotografadas com partes do corpo com aspecto de 'casca de laranja'.

Além disso, tratamentos para combater o problema não param de ser lançados, desde dietas a lingeries que prometem melhorar a circulação e aliviar o endurecimento dos tecidos.

Mas segundo a psicóloga venezuelana Martha Sanchez Navarro, nada disso adianta, já que celulite é resultado de um trauma de infância.

Isso mesmo. Segundo matéria publicada pelo jornal inglês Daily Mail, não bastam exercícios, dieta ou melhorar a circulação, é preciso apelar para a terapia em prol da beleza.

A teoria de Navarro é a de que as emoções acabam encontrando atalhos físicos e que estresse causado na infância afeta a criatividade e causa celulite anos mais tarde. A psicóloga aponta que até mesmo uma educação muito rígida pode ser motivo para aparecimento da celulite.

As causas da celulite não são conhecidas pela ciência e, em geral, médicos apontam para uma dieta rica em gordura, sal, carboidratos refinados e poucas fibras.

Outras possíveis causas são os hormônios, desde o estrógeno até a insulina, ou herança genética mesmo.

A influência das emoções é rechonhecida como fator que pode estar associado à obesidade, aparecimento de rugas, mas nunca havia sido ligada à celulite.

Segundo a maioria dos especialistas, há uma série de fatores que contribuem para o aparecimento da celulite, como hormonais, genéticos  e de estilo do vida, incluindo nutrição deficiente, ganho de peso, pouco consumo de água, falta de atividades físicas, fumo e consumo de sal em excesso.




Comente:

Nenhum comentário

Comente Sempre!