Lipocavitação e Criolipólise: novidades no tratamento da gordura localizada e da celulite





O acúmulo localizado da gordura corporal está relacionado, principalmente, a fatores genéticos. Cada indivíduo nasce com maior ou menor número de células de gordura em determinadas regiões, como abdome, costas, quadris (culotes), flancos (popularmente conhecidos como pneus), região submentoniana (papinho), coxas e joelhos. 

Alguns fatores podem contribuir com o aumento de gordura localizada nessas regiões, como o ganho de peso. Se uma pessoa com acúmulo de células de gordura nos flancos vier a ganhar peso, certamente o pneuzinho ficará maior. Além desse fator, há a influência dos hormônios na distribuição da gordura. A testosterona, principal hormônio masculino, facilita o depósito de gordura no abdome, enquanto o estradiol, principal hormônio feminino, tem o mesmo efeito no quadril e nas coxas. 

O problema é que, se alguém já tem acúmulo de células de gordura, a diminuição de peso provocará redução, mas não acabará com elas. Mesmo que a pessoa esteja magra - quem tem as tais gordurinhas localizadas sabe muito bem que elas insistem em permanecer mesmo com alimentação saudável e atividades físicas. 

"Se alguém já tem acúmulo de células de gordura, a diminuição de peso provocará redução, mas não acabará com elas."

Muitos se sentem incomodados com elas, chegando até a evitar alguns tipos de roupa, como biquíni ou sunga na praia ou na piscina. O que fazer, então, para se livrar delas? A lipoaspiração ainda é a melhor opção. Mas, para quem não quer se submeter a uma cirurgia, as técnicas não invasivas estão cada vez mais eficazes em destruir as indesejáveis gordurinhas. 

Tratamentos não invasivos

A evolução dos equipamentos destinados ao combate à gordura localizada e celulite é impressionante. Eles tornam o tratamento cada vez mais seguro e eficaz. 

A grande novidade é o lançamento de aparelhos de última geração que associam várias técnicas para reduzir tanto a gordura como a celulite. Eles são capazes de associar, por exemplo, a criolipólise, o laser, a radiofrequência, o ultrassom (lipocavitação, focalizado etc.) e o vácuo (endermologia). A combinação de métodos potencializa a capacidade de destruição das células de gordura e, consequentemente, a melhora do contorno corporal, bem como da celulite. 

"A combinação de métodos potencializa a capacidade de destruição das células de gordura e melhora o contorno corporal."

Criolipólise

A criolipólise e a lipocavitação são dois métodos desenvolvidos para destruir as células gordurosas (adipócitos). A primeira foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, liderados pelo Dr. Rox Anderson, diretor do Wellman Center of Massachussets General Hospital. Esse método utiliza o resfriamento da gordura localizada para destruí-la. O frio provocado no tecido é capaz de levar à morte as células de gordura. 

A ponteira do aparelho realiza um poderoso vácuo que promove a sucção da pele e da gordura indesejada. A eliminação das estruturas celulares destruídas com a baixa temperatura é feita pelo sistema imune e a gordura no interior das células é conduzida ao fígado pelo sistema linfático para sua metabolização. Uma vez que o sistema linfático leva apenas uma pequena quantidade diária de gordura para ser metabolizada, não há perigo de sobrecarga do fígado nesse processo. 

A mudança da área tratada começa a ser observada em torno de três semanas após o procedimento, enquanto os resultados mais significativos são vistos de dois a três meses após a terapia, desde que o indivíduo não ganhe peso. 

Lipocavitação

A lipocavitação, por sua vez, é um método que utiliza as ondas de ultrassom de baixa frequência para provocar pequenas cavidades no interior das células de gordura. Essas cavidades levam à destruição dessas células. 

Esses são apenas exemplos de duas tecnologias empregadas em conjunto para melhorar os resultados, já que várias combinações podem ser utilizadas. Outro exemplo é a associação do laser infravermelho, vácuo e radiofrequência para o tratamento da celulite. Vários aparelhos já disponibilizam duas ou mais técnicas, que, além de proporcionar maior praticidade ao procedimento, aumentam a eficácia da redução da gordura localizada e da celulite.



Comente:

Nenhum comentário

Comente Sempre!