Cuidados com o sol e o câncer de pele




Cuidados com o sol podem evitar a incidência de câncer de pele


Não é novidade para ninguém a associação de sol excessivo e câncer de pele. Ficar com a pele morena e passarum dia todo na praia pode ser muito agradável mas esconde, a longo prazo, o perigo da exposição ao sol. É preciso ter muito cuidado para que essa exposição não se torne um problema maior para a saúde do próprio indivíduo. É que com excesso de radiação, queimaduras e até mesmo doenças, como o câncer de pele, podem acabar surgindo no decorrer da vida.
Para isso não acontecer, é extremamente importante que a pele esteja protegida com o protetor solar adequado ao tom de sua pele. Seja no momento de trabalho, seja no momento de lazer.

O ideal é que a exposição ao sol não ultrapasse os horários determinados pelos especialistas. O ideal é aproveitar pela manhã no máximo até às dez horas, e a tarde depois das quatro. Nesses horários de 9 às 16 horas a radiação ultravioleta é mais forte. A incidência de sol é maior na pele. Você acaba ficando mais exposto ao risco de câncer de pele, queimaduras e envelhecimento.

Mas, se com todas estas medidas e sugestões a vontade de se expor ao sol for ainda muito maior que os possíveis riscos que ele possa causar ao corpo, nada melhor do que fazer o uso do protetor solar.


Comente:

Nenhum comentário

Comente Sempre!